segunda-feira, 5 de abril de 2010

Rubrica

De entre as actividades que mais ajudam a crescer destaca-se a leitura. Promovê-la é como semear, esperando que as sementes germinem. Depois, há que ir olhando por elas, dar-lhes água e sol, com dedicação e atenção.
Quando uma criança, desde cedo, desenvolve hábitos e treino de leitura, à partida, desenvolverá muito mais as suas aptidões do que se se encontrasse privada dela.
É curioso que o Ser Humano ainda que possua uma especificidade biológica para a linguagem, isto é, esteja propenso a usar a linguagem na forma falada, o mesmo não se pode dizer em relação à leitura. Por isso ela é tantas vezes uma tarefa tão difícil e de lenta aprendizagem.
Dez minutos por dia de leitura com uma criança é um gesto saudável que contribuirá para o seu desenvolvimento afectivo e mental
Ler capacita a criança de destreza mental e linguística, pois os neurónios são mais estimulados. Ajuda a pensar e abre possibilidades ao raciocínio mais abstracto. Ler actua ainda como forma de disciplina mental, de concentração e estimula a memória.
Quem lê tende a saber mais sobre o mundo e o que o rodeia, a estar mais informado, a ser mais tolerante e a agir de outra forma. A cultura, a criatividade e o espírito crítico nascem do espírito de quem lê.
Ler cria melhores pessoas. E ler em família fortalece ainda os laços afectivos entre quem lê e quem ouve ler.
Parece mentira, mas é verdade: desligar a televisão para ler… é um gesto que pode salvar o mundo…

Sem comentários: